Pular para o conteúdo principal

"Espíritas" se calam diante do caos temeroso que se instala em nosso país

"Espíritas" cristãos, da linha chiquista, se calam diante do novo governo que se instala em nosso país. Satisfeitos por tirarem os desafetos do poder, já que em sua maioria, os fiéis "espíritas" pertencem às elites estabilizadas em sua prosperidade, agora se tranquilizam preferindo falar de amor, paz, esperança e outras pieguices. 

Para esta elite, os governos trabalhistas só servem para os incomodar. E nem adianta justificar a presença de trabalhistas no poder como a responsabilidade social. A noção de responsabilidade social dos "espíritas" é tosca, igual a caridade paliativa que qualquer religião defende. Para muitos "espíritas" já é suficiente que indigentes recebam com relativa regularidade cestas básicas mal montadas que mal duram três semanas.

Nada se lê a respeito das trapalhadas cometidas pelo governo de Temer. Como se este não causasse preocupação nos "espíritas", o que comprova que a racionalidade dos seguidores do superestimado Chico Xavier não passa de um falso mito. Racionalidade se encontra nos cérebros e não nos comprados diplomas da elite gananciosa que domina o país.

Não se vê nenhum "espírita" preocupado com os desgovernos de uma equipe comprovadamente corrupta (do contrário dos petistas, condenados apenas por suposições, no tribunal em que se transformou os telejornais das TVs abertas) e incompetente, que não para de cometer erros grotescos que podem prejudicar o cotidiano de multidões inteiras.

Os "espíritas" se limitam a pedir para orar (que troço mais católico!) ao invés do propor soluções. Temendo que pelas dificuldades emergentes, haja uma onda de suicídios, uma liderança "espírita" lançou uma cartilha vagabunda, pois é o caminho muito mais fácil do que ajudar um suicida em potencial a resolver o seu problema, que exige esforço e dinheiro.

O "Espiritismo" brasileiro se comprova cada vez mais uma farsa. Se esse golpe político que nos enfia em mais uma ditadura serviu para alguma coisa, foi para desmascarar todo o "Espiritismo" brasileiro, claramente incapaz de resolver os problemas cotidianos. 

Se é uma ciência como vivem dizendo a todos os cantos, que tal as lideranças "espíritas" se reunirem para propor soluções lógicas para resolver os problemas do país, usando a racionalidade e não a fé, esta que age como areia movediça a soterrar nossas esperanças? 

Mas não fazem, pois não tem competência para isso. Basta lermos as obras de suas lideranças e assistirmos a palestras (sermões), para percebermos que a racionalidade "espírita" é tão comprovável quanto fios de cabelo em casca de ovo.

O "Espiritismo" brasileiro agoniza. Por nunca cumprir o que promete, perde cada vez mais adeptos e se isola em um mundo da fantasia que só existe em suas obras e nos cultos dentro de centros. Ao se isolar, ignora a realidade, consagrando a incapacidade de resolver os problemas cotidianos, que a cada dia fica mais difícil de negar. 

Caridade paliativa não melhora o mundo. Há muito o que fazer além de cestas básicas, sopas aguadas, agasalhos rasgados e canções de esperança para melhorar as vidas dos mais carentes, abandonados pelo governo golpista que os "espíritas" ajudaram a alçar.

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os diversos tipos de espíritas

De fato, o Espiritismo não possui divisões. Ou pelo menos não deveria ter. Mas como os estudos de Kardec não foram continuados e em seu lugar apareceu a fé cega de um religiosismo irresponsável, muitas linhas acabaram surgindo, já que cada espírita ou pseudo-espírita entendeu de defender seu ponto de vista pessoal, sem usar o raciocínio para analisar friamente os pontos da doutrina. Resultado: vários tipos de "espíritas" começaram a aparecer, cada um com seu interesse próprio.
Listo aqui os tipos de espíritas e pseudo-espíritas que existem com base no que observei. Cada tipo é seguido por um comentário meu. Antes que gere qualquer polêmica, eu repito: é com base em observações que eu fiz. Apesar de eu ter usado a lógica para definir cada uma, pode aparecer alguém que discorde. Que cada um faça a sua lista. Agora, vamos a minha lista.
Espírita Original, Espírita Verdadeiro ou Espírita Kardecista - São os espíritas originais ou verdadeiros, fiéis às obras da codificação e que pr…

Robson Pinheiro exalou ódio onde deveria haver amor

Há um lema nas religiões cristãs que pede para não julgar. Robson Pinheiro, médium que escreveu vários livros de relativo sucesso, resolveu ignorar esta máxima e escreveu livros que demonstram um ódio irresponsável anti-esquerda acusando de criminosos, sem análise, sem provas e sem ouvir o outro lado, políticos democráticos, mas alheios a suas convicções pessoais, numa atitude de fazer Jesus de Nazaré ficar com imensa vergonha.
Após escrever o verdadeiro lixo literário O Partido, na tentativa de "jogar na conta dos espíritos" a mentira infelizmente difundida e repetida, nos moldes do nazista Goebbels, que criminaliza os integrantes do Partido dos Trabalhadores e aliados. Este livro já foi o suficiente para dar a sua "contribuição divina" para estragar a reputação da esquerda e Pinheiro quis mais. Escreveu outro que sugere que o Foro de São Paulo, grupo que reúne os esquerdistas do estado, seja uma máfia. 
Robson Pinheiro, além de demonstrar completo desconheciment…

Adversários tradicionais e críticos recíprocos uns dos outros, "espíritas" e neo-pentecostais se unem na onda de ódio conservador

Um fenômeno interessante acontece no Brasil de hoje. Dois grupos religiosos conservadores, mas que se acostumaram a criticar um ao outro, resolveram se unir, sem assumir nem perceber, sob o mesmo ponto de vista equivocado nesta triste onda de ódio neo-conservador. Bom lembrar que ambos se consideram "do bem" e falam "em nome do amor".
Tanto os espíritas (de Allan Kardec), os "espíritas" (de Chico Xavier) e os neo-pentecostais e alguns evangélicos em geral, assumiram uma postura altamente preconceituosa contra pessoas que defendem ideais progressistas e uma maior justiça social. 
Não raramente agem de forma agressiva, lançam mão de calúnias e difamações e demonstram indispostos a qualquer foma de diálogo, acusando seus opositores sob o mais repugnante falso testemunho, provando que dependendo dos interesses, as lições de Jesus, mestre de ambas as tendências, podem ser literalmente jogadas no lixo.
Para legitimar sua agressividade ignorante, resultante da …