Pular para o conteúdo principal

Postagens

O inevitável fim do "Espiritismo" brasileiro

A medida em que a sociedade desenvolve a sua capacidade de discernimento, muitas coisas vão se revelando. Se pensavam que aquilo que os brasileiros se acostumaram a chamar equivocadamente de "Espiritismo" iria revelar coisas boas neste ínterim, pode ir tirando o cavalinho da chuva. A máscara linda da seita dos papalvos definitivamente cai e a verdadeira face mostrada nada tem de linda.
Foram mais de 100 anos de muita ilusão, dogmas contraditórios, piegas ilusões, racionalidade muito mal utilizada e lideranças que se consideravam as maiores do universo. Neste longuíssimo tempo, a doutrina que se vendia como "revolucionária" nada fez pela sociedade, que está cada vez pior, mais ignorante, mais egoísta e completamente irresponsável, capaz de gerar os piores danos, como está sendo comprovado nos últimos anos. 
O Brasil se tornou um dos países mais atrasados do mundo e desejar que governe o planeta, como queria uma de suas maiores lideranças, é de uma imensurável tolic…
Postagens recentes

Bondade, a Escrava da Fé

Achamos interessante reproduzir este texto que encontramos em um site da internet. Ele deve ser lido com atenção e ajuda a entender porque mesmo tendo a religiosidade como hegemônica, o Brasil ainda mantém velhas injustiças e continua totalmente incapaz de resolver seus problemas mais simples, preferindo medidas paliativas e alucinadas na tentativa de fazer o bem.
BONDADE, A ESCRAVA DA FÉ
(Autor: Petrônio Vieira)
Num mundo governado pelo Ódio, no qual a Fé é a primeira-ministra, a Bondade é, desta, sua escrava. Enquanto a Fé tem com colaboradora a Pós-Verdade, instituição resultante da fusão da Mentira, da Mitificação, da Persuasão e da Desculpa, fazendo com que a Lógica e o Bom Senso sejam reprimidos e façam o trabalho forçado de só atuarem para legitimar atitudes, abordagens ou pontos-de-vista retrógrados ou injustos, a Bondade é isolada no cativeiro da Religião.
O Ódio passeia pelos vários cantos do "mundo virtual", e a Fé, sustentáculo da Religião, embora reprovasse o Ódio,…

Adversários tradicionais e críticos recíprocos uns dos outros, "espíritas" e neo-pentecostais se unem na onda de ódio conservador

Um fenômeno interessante acontece no Brasil de hoje. Dois grupos religiosos conservadores, mas que se acostumaram a criticar um ao outro, resolveram se unir, sem assumir nem perceber, sob o mesmo ponto de vista equivocado nesta triste onda de ódio neo-conservador. Bom lembrar que ambos se consideram "do bem" e falam "em nome do amor".
Tanto os espíritas (de Allan Kardec), os "espíritas" (de Chico Xavier) e os neo-pentecostais e alguns evangélicos em geral, assumiram uma postura altamente preconceituosa contra pessoas que defendem ideais progressistas e uma maior justiça social. 
Não raramente agem de forma agressiva, lançam mão de calúnias e difamações e demonstram indispostos a qualquer foma de diálogo, acusando seus opositores sob o mais repugnante falso testemunho, provando que dependendo dos interesses, as lições de Jesus, mestre de ambas as tendências, podem ser literalmente jogadas no lixo.
Para legitimar sua agressividade ignorante, resultante da …

Robson Pinheiro exalou ódio onde deveria haver amor

Há um lema nas religiões cristãs que pede para não julgar. Robson Pinheiro, médium que escreveu vários livros de relativo sucesso, resolveu ignorar esta máxima e escreveu livros que demonstram um ódio irresponsável anti-esquerda acusando de criminosos, sem análise, sem provas e sem ouvir o outro lado, políticos democráticos, mas alheios a suas convicções pessoais, numa atitude de fazer Jesus de Nazaré ficar com imensa vergonha.
Após escrever o verdadeiro lixo literário O Partido, na tentativa de "jogar na conta dos espíritos" a mentira infelizmente difundida e repetida, nos moldes do nazista Goebbels, que criminaliza os integrantes do Partido dos Trabalhadores e aliados. Este livro já foi o suficiente para dar a sua "contribuição divina" para estragar a reputação da esquerda e Pinheiro quis mais. Escreveu outro que sugere que o Foro de São Paulo, grupo que reúne os esquerdistas do estado, seja uma máfia. 
Robson Pinheiro, além de demonstrar completo desconheciment…

Com estabilização do governo Temer, aumentam textos "espíritas" pedindo para aceitar sofrimento

O golpe infelizmente foi instaurado e com ele um violento retrocesso que irá, sob pretexto abstrato de resolver a "crise e acabar com a corrupção", nos devolver problemas sanados há tempos. Mas pelo menos uma coisa boa serviu o governo golpista que começa a cometer seus abusos: tirar a máscara do que os brasileiros conhecem como "Espiritismo", classificada pelo sábio José Herculano Pires como "A Seita de Papalvos".
Rejeitando na prática a racionalidade kardeciana, embora a assuma da boca para fora, o "Espiritismo" brasileiro conseguiu se transformar em uma seita cristã igual as outras, com fé cega, dogmas absurdos e personalidades divinizadas que "nunca erram". 
A falta de racionalidade no "Espiritismo" brasileiro é tanta que, diante da incerteza do governo sádico que se instala através de uma ditadura sem vergonha, lideranças "espíritas", ao invés de se reunirem para propor soluções prática para resolver os proble…

"Espíritas" se calam diante do caos temeroso que se instala em nosso país

"Espíritas" cristãos, da linha chiquista, se calam diante do novo governo que se instala em nosso país. Satisfeitos por tirarem os desafetos do poder, já que em sua maioria, os fiéis "espíritas" pertencem às elites estabilizadas em sua prosperidade, agora se tranquilizam preferindo falar de amor, paz, esperança e outras pieguices. 
Para esta elite, os governos trabalhistas só servem para os incomodar. E nem adianta justificar a presença de trabalhistas no poder como a responsabilidade social. A noção de responsabilidade social dos "espíritas" é tosca, igual a caridade paliativa que qualquer religião defende. Para muitos "espíritas" já é suficiente que indigentes recebam com relativa regularidade cestas básicas mal montadas que mal duram três semanas.
Nada se lê a respeito das trapalhadas cometidas pelo governo de Temer. Como se este não causasse preocupação nos "espíritas", o que comprova que a racionalidade dos seguidores do superest…

O Golpe comprova o fracasso do "Espiritismo" brasileiro

Os "espíritas" brasileiros vivem dizendo que estamos entrando em uma época de progresso, de avanços, de transformação. Trancados em seus templos (centros) e lendo obras surreais cheias de erros e mentiras, os "espíritas" há tempos se encontram divorciados do mundo real e pretendem julgar a realidade com base em suas ilusões igrejeiras, não raramente invertendo conceitos e soluções.
Eis que um fato ocorrido na manhã do dia 31 de agosto, que depôs, sem comprovação de crimes, uma presidente honesta para colocar corruptos e bandidos no lugar, prova que do contrário que "espíritas" dizem, estamos na verdade caminhando par trás, jogando na incineradora todas as lições que nos fariam melhores do que somos. Estamos dando um gigantesco passo para o passado, retomando valores nocivos vigentes na República Velha e no Brasil Colônia, justamente as épocas onde o "Espiritismo" brasileiro, com seus enxertos católico-medievais, se desenvolvia.
Ver entusiastas …