Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2017

O inevitável fim do "Espiritismo" brasileiro

A medida em que a sociedade desenvolve a sua capacidade de discernimento, muitas coisas vão se revelando. Se pensavam que aquilo que os brasileiros se acostumaram a chamar equivocadamente de "Espiritismo" iria revelar coisas boas neste ínterim, pode ir tirando o cavalinho da chuva. A máscara linda da seita dos papalvos definitivamente cai e a verdadeira face mostrada nada tem de linda.
Foram mais de 100 anos de muita ilusão, dogmas contraditórios, piegas ilusões, racionalidade muito mal utilizada e lideranças que se consideravam as maiores do universo. Neste longuíssimo tempo, a doutrina que se vendia como "revolucionária" nada fez pela sociedade, que está cada vez pior, mais ignorante, mais egoísta e completamente irresponsável, capaz de gerar os piores danos, como está sendo comprovado nos últimos anos. 
O Brasil se tornou um dos países mais atrasados do mundo e desejar que governe o planeta, como queria uma de suas maiores lideranças, é de uma imensurável tolic…

Bondade, a Escrava da Fé

Achamos interessante reproduzir este texto que encontramos em um site da internet. Ele deve ser lido com atenção e ajuda a entender porque mesmo tendo a religiosidade como hegemônica, o Brasil ainda mantém velhas injustiças e continua totalmente incapaz de resolver seus problemas mais simples, preferindo medidas paliativas e alucinadas na tentativa de fazer o bem.
BONDADE, A ESCRAVA DA FÉ
(Autor: Petrônio Vieira)
Num mundo governado pelo Ódio, no qual a Fé é a primeira-ministra, a Bondade é, desta, sua escrava. Enquanto a Fé tem com colaboradora a Pós-Verdade, instituição resultante da fusão da Mentira, da Mitificação, da Persuasão e da Desculpa, fazendo com que a Lógica e o Bom Senso sejam reprimidos e façam o trabalho forçado de só atuarem para legitimar atitudes, abordagens ou pontos-de-vista retrógrados ou injustos, a Bondade é isolada no cativeiro da Religião.
O Ódio passeia pelos vários cantos do "mundo virtual", e a Fé, sustentáculo da Religião, embora reprovasse o Ódio,…

Adversários tradicionais e críticos recíprocos uns dos outros, "espíritas" e neo-pentecostais se unem na onda de ódio conservador

Um fenômeno interessante acontece no Brasil de hoje. Dois grupos religiosos conservadores, mas que se acostumaram a criticar um ao outro, resolveram se unir, sem assumir nem perceber, sob o mesmo ponto de vista equivocado nesta triste onda de ódio neo-conservador. Bom lembrar que ambos se consideram "do bem" e falam "em nome do amor".
Tanto os espíritas (de Allan Kardec), os "espíritas" (de Chico Xavier) e os neo-pentecostais e alguns evangélicos em geral, assumiram uma postura altamente preconceituosa contra pessoas que defendem ideais progressistas e uma maior justiça social. 
Não raramente agem de forma agressiva, lançam mão de calúnias e difamações e demonstram indispostos a qualquer foma de diálogo, acusando seus opositores sob o mais repugnante falso testemunho, provando que dependendo dos interesses, as lições de Jesus, mestre de ambas as tendências, podem ser literalmente jogadas no lixo.
Para legitimar sua agressividade ignorante, resultante da …