Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2015

Vida longa e próspera para Leonard Nimoy

Como sabemos, Leonard Nimoy nos deixou ontem, partindo para outra dimensão. Legiões de fãs ficaram tristes, pois apesar de consagrado por interpretar um personagem frio e sem humor, na vida real era uma pessoa fabulosa e adorável. 
Eu, particularmente, fiquei mesmo bem triste, pois Star Trek marcou muito a minha infância e não só gostava de Senhor Spock como também de Nimoy, grande ator e grande ser humano.
Nimoy era uma pessoa que gostava de seres humanos. Gostava da vida. Poeta e fotógrafo, levou para a sua vida cotidiana uma sensibilidade ímpar que o ajudou a se tornar uma pessoa cada vez melhor e atrair não apenas mais fãs, mas também mais amigos. Nimoy tinha muitos amigos. Muitos de seus amigos eram seus fãs. Muitos de seus fãs eram seus amigos.
Mesmo idoso, Nimoy viveu como jovem. Seus amigos eram jovens. Quanto mais envelhecia, mais o seu círculo social rejuvenescia. Como um Dorian Gray moderno, Spock envelhecia para que Nimoy pudesse permanecer jovem.
Ontem, Nimoy se despediu do p…

130 anos sem transformação social

Essa seita que se transformou  Espiritismo no Brasil já dura mais de 130 anos. Difundida como "a doutrina mais evoluída entre as religiões", se tornou uma verdadeira propaganda enganosa, sem fazer sequer uma pequena mudança no quadro social do país.
O Brasil, mesmo com a instalação de Espiritismo febiano (ou chiquista, como queiram), não conseguiu mudar a situação de qualidade da vida doa brasileiros, preferindo repetir o mesmo assistencialismo frouxo já praticado por ONGs e entidades religiosas já existentes.
O Espiritismo original, que nasceu tendo a caridade como bandeira e que, por seguir a lógica e o bom senso, defendia uma mudança radical na sociedade, eliminando problemas e garantindo bem estar amplo a todos, foi totalmente deturpado, criando essa estagnação estimulada pela incompetência de seus líderes para fazer um altruísmo mais eficiente.
Os líderes do suposto Espiritismo brasileiro se gabam de serem os mais caridosos, os mais racionais, quando na prática se vê que i…

Divaldo Franco deveria fazer muito mais caridade

Hoje, no Fantástico, está anunciado um artigo falando sobre a chamada Mansão do Caminho, projeto de filantropia comandado pelo médium e líder pseudo-espírita Divaldo Franco. Artigo que soa mais como propaganda do que como reportagem, certamente fazendo parte da contra-reforma da FEB em reação às tentativas insistentes de fóruns em redes sociais retomar o Espiritismo original, codificado por Kardec e livre das impurezas colocadas por Bezerra-Chico-Divaldo e seus similares.
O artigo pretende ser ao mesmo tempo uma despedida e uma consagração do médium baiano, que está prestes a se aposentar da mediunidade. Curioso que os pseudo-espíritas tem uma maneira muito estranha de anunciar a aposentadoria de seus líderes, inventando que os supostos mentores irão reencarnar (reencarnar? Ué, eles não são "superiores"?).
O programa pretende consagrar Franco como principal filantropo e tentar embutir nas cabecinhas de seus telespectadores que o trabalho feito não somente por ele, mas pelo &qu…

"Espiritismo" fortaleceu no Brasil por causa da ignorância de seu povo

Somente os brasileiros cultuam esta forma estranha de Espiritismo igrejista que nada tem a ver com a doutrina descoberta por Allan Kardec (reduzido a um carimbo de autenticação para a Igreja Espírita). Mesmo o exterior, este Catolicismo reencarnacionista só é praticado nas colônias de brasileiros. Porque será?
Embora os defensores dessa igreja enrustida metida a ciência aleguem que os "brasileiros são mais evoluídos"* e por isso, "mais capazes de seguir" o que eles chamam de "Espiritismo", fatos mostram o oposto, provando ser a ignorância e a dificuldade de entendimento das obras da codificação, além da preguiça em estudar seriamente a doutrina, em ter fé cega em relação a dogmas absurdos e confiança ainda mais cega nos falsos profetas que se apresentam como lideres, o que faz com que esta forma de doutrina seja praticada no Brasil.
Mesmo na França, pode foi descoberta, o Espiritismo está praticamente desaparecido por causa das distorções feitas por Jean Ba…

Desigualdade das riquezas é problema, não solução. Sair dela é que evoluí o espírito

As religiões vivem glamorizando a dor. Para elas a dor purifica a alma. Mas vá dizer isso a alguém no mais doloroso sofrimento. Dor nunca é algo agradável.
Na verdade, a dor é um alerta de que algo está errado. Dor nenhuma é benéfica. O que purifica é a tentativa de sair dela. A dor impulsiona porque é os omentos que queremos livrar dela é que buscamos as soluções que irão eliminá-la. E esta mesma busca nos ajuda a desenvolver qualidades e aptidões. O mesmo se dá com a desigualdade das riquezas.
Na onda de neodireitismo que é cada vez mais comum nas edes sociais devido ás decepções cada vez mais crescentes com os governos petistas, tidos erroneamente como "autenticamente socialistas", vários espíritas estão usando o capitulo que fala das desigualdades das riquezas para defender o Capitalismo e ideais de direita, todos avessos à caridade e ao altruísmo, defendendo que o bem estar deve pertencer a uma minoria que - supostamente - luta por ele. 
Se esquecem esses espíritas que o E…

Se preocupe com o presente

Os brasileiros que pensam que são espíritas costumam subestimar a vida material. Atribuem tudo de ruim a vida material, alegando ser a espiritual mais importante. Não, nada disso. A vida material é tão importante que a espiritual, pois ambas fazem parte de um ciclo.
Não vou ficar me preocupando com a vida espiritual, assim como não vou ficar me preocupando com o que vai acontecer amanhã. O hoje é que interessa e hoje estou encarnado. O que faço hoje é que vai determinar como será o amanhã. Se eu esquecer o hoje, o amanhã poderá ser prejudicado pela minha inércia ou por alguma atitude errada, ambas com base na preocupação desnecessária com o futuro.
Quando eu, inocentemente, estava nessa versão deturpada de Espiritismo praticada no Brasil, cheia de dogmas e erros, fui condicionado a me preocupar com o futuro. A preocupação com o futuro me fez esquecer do presente, fez desenvolver em mim um medroso pudor que me impediu de aproveitar melhor das oportunidades. Hoje estou razoavelmente bem, …

Qual a função de Allan Kardec no Espiritismo brasileiro?

Apesar das deturpações, da má compreensão, da falta de leitura e de pesquisas estacionadas, os pseudo-espíritas brasileiros são "educados" a se auto-rotularem de "kardecistas", com um certo orgulho, como se o rótulo pudesse compensar o desprezo total pelas ideias apresentadas na codificação.
Para os brasileiros que pensam ser o Espiritismo essa forma gororobizada de Catolicismo que acredita - crença, não conhecimento - em reencarnação, Kardec nao vai muito além de um mero nome a servir de cartório para autentificar os dogmas de fé cega instalados nesta forma estranha de Espiritismo praticada no Brasil.
Poderia ser desnecessária toda essa bajulação a Kardec já que o prestígio dado a Chico Xavier, o maior deturpador da doutrina e um católico fervoroso e praticante até o fim da vida - o que fortaleceu a permanência dos enxertos católicos colocados no início por dissidentes da igreja que fundaram a FEB - e a publicação incessante de obras "psicografadas" com no…

Chico Xavier pode ter sido reencarnação de Bezerra de Menezes

Por essa ninguém esperava! Não houve até agora algum fiel da Igreja Espírita disposto a difundir esta tese de que Chico Xavier e Bezerra de Menezes  eram o mesmo espírito. A tese não soa confortável para os espiritólicos, mas segundo a lógica, faz muito mais sentido do que a absurda tese de que Xavier era Kardec.
Para que Xavier tivesse sido Kardec, teria havido um retrocesso na evolução espiritual, o que é impossível (Xavier tinha defeitos que Kardec não tinha), pois espírito não regride. Além disso, se Xavier tivesse sido Kardec, ele teria negado tudo o que escreveu, pois os livros que levam o seu nome distorcem e até negam tudo que está nos livros do professor francês.  
Esta tese absurda surgiu apenas para que os espiritólicos, acreditando na também absurda tese do povo escolhido, pensassem que Kardec escolheu o Brasil, um país delimitado por seres humanos falhos e imperfeitos e não por Deus, para reencarnar. Uma tese pra lá de materialista.
Mas como a personalidade é a única forma m…

Respostas do quiz de ontem

Muita gente não sabe, mas o Espiritismo praticado no Brasil nada tem a ver com o Espiritismo codificado por Allan Kardec, este limitado a um mero nome para servir de cartório de autenticação. O que os brasileiros conhecem como "Espiritismo" é na verdade uma gororoba igrejista baseada na fé cega, com muitos enxertos do Catolicismo, além de muitas fantasias sem sentido, que mostram uma má compreensão do que é o mundo espiritual, geralmente moldado à semelhança dos planos materiais.
Aqui estão as respostas do quiz que fizemos ontem. Muita gente deve ter errado pois as respostas certas estão bem longe do que as pessoas acreditam como "Espiritismo" no Brasil. Surpreendeu?
1) Porque Allan Kardec usa "o QUE é" para se referir a Deus no Livros dos Espíritos? d) Sabia que a força superior não era uma pessoa, um espírito ou algum tipo de individualidade. - Seria muito estranho se a humanidade inteira do Universo estivesse submetida aos interesses de um ser personalizad…