Pular para o conteúdo principal

Bomba! Só agora estamos entrando na categoria "Provas e Expiações"

Isso mesmo que você leu. Não me enganei, não. Somente agora, estamos tendo plenamente as características que definem este planeta como "de Provas e Expiações". E não adnata se contorcerem, pois, se olharmos ao redor, é justamente isso que está acontecendo.

Kardec, seguindo orientações dos espíritos que participaram de sua pesquisa, falou que as transições de fases da evolução espiritual do planeta seriam bem lentas e graduais. E põe lentidão nisso, já que depende da mudança de pensamento de zilhões de indivíduos, a maioria indisposta a qualquer mudança. O período em que a humanidade está na Terra é bem curto demais para que estejamos em direção a uma terceira fase.

O que nos diz que estamos deixando na verdade o estágio de "planeta primitivo", caracterizado pelas barbáries. E nota que ainda temos focos de barbárie - não é preciso ir muito longe: os traficantes ainda usam a barbárie primitiva como regra de atuação. Concluído o processo de transição, somente agora pudemos ter de maneira bem nítida as características que correspondem a um planeta de provas e expiações.

Estamos muito aquém para um estágio superior ao que nos encontramos

A própria característica da coletividade não permite que estejamos acima disso. Estamos cada vez mais burros, não sabemos resolver nossos problemas e ainda agimos com total infantilidade, apelando para ilusões (religião, lazer fútil, drogas, etc.) para fugir dos problemas que vivemos recusando em resolver. Ainda confiamos demais em autoridades falidas que ainda nos parecem divindades, senão com o título, mas pelo menos com o prestígio, que exige um respeito cego que soa bem impune a essas autoridades sem competência para liderar e administrar.

O nosso corpo ainda bem pesado e vulnerável à doenças ainda sinaliza essa fase da humanidade. Se tivéssemos entrando na fase de regeneração, não somente o intelecto e o senso moral estaria muito mais avançado, como nosso corpo seria resistente a boa parte das doenças e seria mais leve que o atual. Não é preciso ser espiritualista para perceber isso. É só olhar para o nosso corpo e saber que ainda estamos no início de nossa caminhada.

Os espiritólicos (deturpação do Espiritismo defendida pela FEB) que acreditam que estamos em regeneração não usam a razão, indo na fé cega e no prestígio de líderes religiosos que só fazem mentir. Muitos até acham que "regeneração" é quando o bem domina, quando o Evangelho Segundo o Espiritismo mostra que neste estágio, o bem e o mal disputam cabeça a cabeça o instinto coletivo. É o que o Antigo Testamento chama de "Armagedom".

Na verdade, os espiritólicos tem uma pressa de evolução. Isso é nítido na ânsia de classificar qualquer espírito que lhe pareça bondoso de "ser superior", quando na verdade é tão falível quanto qualquer ser humano do planeta terrestre. Não coloquemos os carros na frente dos bois. Tudo tem a sua hora, atémesmo a hora de atingir a superioridade. Conformemos com o nosso estágio.

O que importa é que estamos nos evoluindo, seja qual for o estágio da humanidade

Fiquemos calmos. Pros que acharam que a novidade que eu lhes trouxe é uma má notícia, eu discordo plenamente. Isso não significa que não estamos evoluindo. Pelo contrário. Mesmo estando em um estágio inferior ao que pensávamos estar, não estamos estacionados. Aos poucos vamos revendo nossos valores e lutando para sair da inércia intelectual. Os temas debatidos em redes sociais já mostram uma vontade de mudança.

Ou seja, o que interessa  é que estamos andando, estamos crescendo. Não interessa em que estágio nos encontramos. Importa é fazer as lições do tempo presente para que aí sim, possamos acelerar a nossa evolução e chegar de fato ao estágio que gostaríamos de estar. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os diversos tipos de espíritas

De fato, o Espiritismo não possui divisões. Ou pelo menos não deveria ter. Mas como os estudos de Kardec não foram continuados e em seu lugar apareceu a fé cega de um religiosismo irresponsável, muitas linhas acabaram surgindo, já que cada espírita ou pseudo-espírita entendeu de defender seu ponto de vista pessoal, sem usar o raciocínio para analisar friamente os pontos da doutrina. Resultado: vários tipos de "espíritas" começaram a aparecer, cada um com seu interesse próprio.
Listo aqui os tipos de espíritas e pseudo-espíritas que existem com base no que observei. Cada tipo é seguido por um comentário meu. Antes que gere qualquer polêmica, eu repito: é com base em observações que eu fiz. Apesar de eu ter usado a lógica para definir cada uma, pode aparecer alguém que discorde. Que cada um faça a sua lista. Agora, vamos a minha lista.
Espírita Original, Espírita Verdadeiro ou Espírita Kardecista - São os espíritas originais ou verdadeiros, fiéis às obras da codificação e que pr…

Robson Pinheiro exalou ódio onde deveria haver amor

Há um lema nas religiões cristãs que pede para não julgar. Robson Pinheiro, médium que escreveu vários livros de relativo sucesso, resolveu ignorar esta máxima e escreveu livros que demonstram um ódio irresponsável anti-esquerda acusando de criminosos, sem análise, sem provas e sem ouvir o outro lado, políticos democráticos, mas alheios a suas convicções pessoais, numa atitude de fazer Jesus de Nazaré ficar com imensa vergonha.
Após escrever o verdadeiro lixo literário O Partido, na tentativa de "jogar na conta dos espíritos" a mentira infelizmente difundida e repetida, nos moldes do nazista Goebbels, que criminaliza os integrantes do Partido dos Trabalhadores e aliados. Este livro já foi o suficiente para dar a sua "contribuição divina" para estragar a reputação da esquerda e Pinheiro quis mais. Escreveu outro que sugere que o Foro de São Paulo, grupo que reúne os esquerdistas do estado, seja uma máfia. 
Robson Pinheiro, além de demonstrar completo desconheciment…

Adversários tradicionais e críticos recíprocos uns dos outros, "espíritas" e neo-pentecostais se unem na onda de ódio conservador

Um fenômeno interessante acontece no Brasil de hoje. Dois grupos religiosos conservadores, mas que se acostumaram a criticar um ao outro, resolveram se unir, sem assumir nem perceber, sob o mesmo ponto de vista equivocado nesta triste onda de ódio neo-conservador. Bom lembrar que ambos se consideram "do bem" e falam "em nome do amor".
Tanto os espíritas (de Allan Kardec), os "espíritas" (de Chico Xavier) e os neo-pentecostais e alguns evangélicos em geral, assumiram uma postura altamente preconceituosa contra pessoas que defendem ideais progressistas e uma maior justiça social. 
Não raramente agem de forma agressiva, lançam mão de calúnias e difamações e demonstram indispostos a qualquer foma de diálogo, acusando seus opositores sob o mais repugnante falso testemunho, provando que dependendo dos interesses, as lições de Jesus, mestre de ambas as tendências, podem ser literalmente jogadas no lixo.
Para legitimar sua agressividade ignorante, resultante da …